José Loureiro, médico cirurgião e diretor do SMH, lança autobiografia e faz tarde de autógrafos

  • -

José Loureiro, médico cirurgião e diretor do SMH, lança autobiografia e faz tarde de autógrafos

Category : Saúde

Lançamento de Medicina, Família e Amigos marca o ano em que especialista completa 57 anos de profissão.

Aos 81 anos, o cirurgião geral dr. José Loureiro, que integra a diretoria do Hospital SMH – Beneficência Portuguesa de Petrópolis, lança seu mais recente livro: Medicina, Família e Amigos. O lançamento da autobiografia, que também teve tarde de autógrafos no prédio do Instituto do Coração de Petrópolis, o Incope, marca o ano em que o médico completa 57 anos de profissão.

"É um resumo da minha vida, em que relato meu caminho na medicina, e a construção da minha família e minha rede de amigos", conta José Loureiro.

O livro não será comercializado. A intenção é colaborar com a Pastoral de Rua - Menino Jesus, fundada pelo saudoso Padre Quinha e agora com a supervisão do Padre Rafael. Por isso, a venda será feita com valor livre e a renda revertida para a instituição.

Amigos, familiares e muitos funcionários do Hospital SMH fizeram questão de reservar um exemplar e ainda foram presenteados pelo médico com uma tarde de autógrafos. Foram quase 200 livros distribuídos em dois dias, no evento realizado em outubro de 2017, no mês seguinte ao lançamento.

Exemplo de dedicação e sucesso

Natural de Maceió, dr. José se mudou para o Rio de Janeiro para trabalhar com um dos maiores cirurgiões da época, dr. Fernando Paulino. Casado há 54 anos, o médico chegou a Petrópolis em 1962 por conta do amor pela esposa, que já morava na cidade. Desde então, dedicou sua vida à Petrópolis.

O cirurgião trabalhou nos principais hospitais da cidade e foi professor titular da Faculdade de Medicina de Petrópolis por 30 anos. Muitos médicos passaram pela supervisão acadêmica do especialista, inclusive o neurocirurgião dr. Walter Sillero e o também neurocirurgião dr. Jorge de Oliveira, que dividem com dr. José a responsabilidade de dirigir o Hospital SMH – Beneficência Portuguesa de Petrópolis.

“Descobri com a maturidade que o cirurgião não vive apenas de sucessos. Aprendi que não temos o controle de tudo e que não podemos ser vaidosos”, pontua o médico, que tem os amigos e a família como grande fonte de inspiração.

TARDE DE AUTÓGRAFOS: CLIQUE ABAIXO E CONFIRA A GALERIA DE FOTOS