Ataque cardíaco e as enzimas

  • -

Ataque cardíaco e as enzimas

infartoDosagem de enzimas identifica o processo de infarto

É possível identificar o processo de infarto agudo do miocárdio através de um exame feito com uma amostra de sangue do paciente. A análise das enzimas cardíacas permite ao médico avaliar o grau de comprometimento do coração para definir o melhor tratamento imediato. O equipamento de alta tecnologia fornece o resultado em 15 minutos no laboratório do Hospital SMH – Beneficência Portuguesa. Cardiologistas do Instituto do Coração de Petrópolis, o Incope, explicam que a tecnologia é fundamental no dia a dia, especialmente em casos de urgência.

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia, no Brasil, cerca de 400 mil pessoas buscam, por ano, atendimentos de urgência por conta de doenças coronarianas e 15% delas não sobrevivem. No SMH, o exame de enzimas cardíacas fornece um diagnóstico rápido e preciso, reduzindo, assim, o número de mortes. “Ele mede os níveis das enzimas que são alterados quando a pessoa sofre ou está sofrendo um infarto”, explica o bioquímico, Helcio de Souza Neves.

O diagnóstico é definido através de um conjunto de dados. “Ele traça a curva, ou seja, o pico máximo atingido pelas enzimas, bem como seu restabelecimento ao nível normal”, explica o especialista em análises clínicas e supervisor técnico do laboratório, Antonio Salomão, acrescentando que desta forma é possível não apenas confirmar o infarto, mas também medir o grau de comprometimento do músculo cardíaco.

O cardiologista Bruno Vogas, responsável, junto com o também especialista Juarez Von Seehausen, pelo setor de internação cardiológica do hospital, explica que “este é o método mais específico para diagnosticar o infarto do miocárdio em associação aos sintomas e ao eletrocardiograma”. O médico frisa que a troponina se eleva no sangue após quatro horas do início do infarto e, por isso, é necessário realizar mais de uma dosagem para haver confirmação. “É indispensável acompanhar os pacientes com dor torácica por um período mínimo que permita a aferição”, acrescenta Vogas. O teste é disponibilizado para todos os setores do hospital, incluindo o Incope.


Busque no site